Distrito Madeira

Autárquicas: Miguel Albuquerque diz que PSD-M concorre para "ganhar" e não para "brincar"

28 jun 2017

Esta terça-feira, 27 de junho, o presidente do PSD-Madeira, Miguel Albuquerque, disse que o partido concorre às eleições autárquicas de 01 de outubro para "ganhar e não para brincar".

 

"Vamos para estas eleições para ganhar, este partido [PSD-M] não vai para eleições brincar, nós temos uma conceção demasiado séria da política para andarmos, aqui, a ensaiar candidaturas", disse Miguel Albuquerque, na Convenção Autárquica de apresentação dos candidatos social-democratas aos diversos órgãos do poder local.

 

Miguel Albuquerque realçou que os munícipes precisam de políticos que "tomem decisões e concretizem projetos", porque "conversa fiada" foram os quatro anos de governação das câmaras da oposição.

 

"O que se passou nas câmaras e juntas de freguesias geridas pela oposição nestes quatro anos foi uma verdadeira fraude", insistiu, sublinhando que foram "promessas não cumpridas", "expectativas goradas"; "projetos anunciados e não concretizados"; "falhanços nas áreas de investimentos e do social" e "retrocessos em políticas que estavam a ser executadas".

 

O líder do PSD-M lembrou ainda que os candidatos do partido foram escolhidos pelos militantes sociais-democratas e não impostos pelas direções partidárias nacionais.

 

"As escolhas foram democraticamente feitas no seio do partido, ouvindo as estruturas de base e os militantes e, ao contrário do que aconteceu no PS-M, jamais passaria pela nossa cabeça que viesse, aqui, um líder nacional impor candidatos às câmaras", observou.